»
theme ©
O ato final da vida estará em minhas mãos. Nós nascemos para morrer
Rasgue o silêncio, erga tua voz a Deus. Hoje o céu se abre pra ouvir o teu clamor! ♫

— Jairo Bonfim (via quem-ora-nao-erra)

Para algumas pessoas eu não mostro nem metade do que realmente sou. Não por medo, mas por não valer a pena mesmo.

William Shakespeare.    (via sapatear)

Uso o bom-humor pra disfarçar o que me machuca.

Marcello Henrique. (via sou-inseguro)

Eu sempre ouvi os meus silêncios. Essa voz que mora em mim sem pagar aluguel e me faz gaguejar. Gaguejar calado, é verdade, mas ainda assim gaguejar. Quem ama gagueja. Quem ama diz eu te amo com chiado, pausas imprecisas. É imperfeitamente compreensível! Sim. Esses são os que amam que verdade. Os que não desafinam, nasceram com o discurso dos amantes decorado na ponta da língua, nas nuvens do céu da boca. O amor não permite dever de casa, o amor não se aprende de cor, o amor se estende de corpo e calma. Nunca acredite no amor de quem diz eu te amo sem hesitar duas ou três vezes, sem desafinar setecentas mil vezes. Ouça os seus silêncios. Eles gaguejam incansavelmente até você ousar usar o que tem de mais bonito: o eco do grito dos seus sentimentos.

Eu me chamo Antônio.  
(via roseastes)

Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti…
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?

Mario Quintana.    (via brumeuxx)

O espelho reflete minha vaidade, enquanto ainda me procuro dentro dos meus próprios olhos. Um mundo que não me agrada, onde as pessoas morrem e nem se dão conta. Um amor que me exige mais de mim, do que eu mesmo exijo de mim. Uma cumplicidade forjada nas beiradas frias de uma carência passageira. Mentir o que sente é prática, camuflar o que incomoda é uma dádiva, não se importar com mais nada, isso sim é um dom. O que eu sou? Sou apenas cada pedaço que sobrou de mim. A morte, desespero e agonia pra alguns, alivio para quem se ilude com o final de um livro sem fim. Me recuso a estar triste, se os motivos da tristeza forem menores do que a minha dor. Ah se eu falasse tudo, ou pelo menos metade das coisas que penso. Minha alma sufoca, e eu faço de cada linha um novo desabafo. Eu não digo, você não percebe, você não desconfia e nem parece se importar. Nunca entendi porque dizemos que sentimos um vazio no peito, objetos vazios não pesam, um corpo vazio é quase impossível de carregar.

Sean Wilhelm  (via thiaramacedo)

E todo o mal que já fiz Infelizmente não era para ninguém além de mim.

Ed Sheeran.  (via brumeuxx)